Paraíba consegue sua primeira vitória no Estadual

O Paraíba ainda está devendo uma boa atuação, mas ao menos conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Estadual, nesta quinta-feira, no estádio Perpetão. A Cobra Coral derrotou o CSP por 1 a 0, subindo para seis pontos na tabela de classificação. O gol do time sertanejo foi marcado por França.

Com o resultado, o Paraíba chegou aos seis pontos e permanece na penúltima colocação. O CSP caiu para a oitava posição com oito pontos.

Na próxima rodada, o Tigrre vai enfrentar o Sousa na quarta-feira (15), às 20h30, no Almeidão. Enquanto a Cobra Coral do Sertão vai encarar o Campinense na quinta-feira (16), às 20h30, no Amigão.

Ficha Técnica

Campeonato Paraibano – 7ª rodada da 1ª fase

Local: Estádio Perpetão, em Cajazeiras-PB

Data: 02.02.2017, quinta-feira

Hora: 20h30

Árbitro: Tiago Ramos

Assistentes: Crisvalesco Marco e Paulo Ricardo

Público:

Renda: R$

Cartão Amarelo:

Paraíba: Não teve

CSP: não teve

Cartão Vermelho:

Paraíba: Não teve

CSP: não teve

Gols:

Paraíba: França (18’\2º T)

CSP: não marcou

Paraíba

Ricardo, Ferreira (Geytallo), Afonso, Apodi, Arnold, Carlinhos (Olavo), Gleidson, Renatinho, Cleitinho, França e Maran (Diogo). Técnico: Paulo Sales.

CSP

Wallace, Igor (Toninho), Luiz Paulo, Suéliton, Fábio, Jonathan (Carlos Caaporã), Leandro, Léo Silva, Walber, Bruno (Randson) e Carioca. Técnico: Josivaldo Alves.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes.

Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

PB Esportes – Há 5 anos fazendo a melhor cobertura com credibilidade. #EuMeLigo #No #PBEsportes5anos!

 

 

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes. Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Deixe um comentário