Dos Passos Apressados

Enfim, na segunda podemos ter uma rodada fechada do Campeonato paraibano.

A rodada que começou no sábado, trouxe a surpresa da manutenção do Auto Esporte na  lanterna de seu grupo e a possibilidade do Serrano liderar seu grupo, fato consumado  no domingo.

Auto X Serrano é a cada do que falei no primeiro post: o serrano tem time para não cair, ano que vem confirmará sua condição de membro permanente do Paraibano se continuar a conseguir resultados expressivos, já  o Auto finalmente se dobra a insistência meio que alienígena de jogar em  Cruz do Espírito Santo e assim além de afastar seus poucos torcedores ainda facilita o jogo para clubes de seu tope, o que são muitos. O que não faz a mardita cachaça né não ( explica-se, Cruz do Espírito Santo é a sede do são Paulo Crystal, que também é um engenho, que fabrica…cachaça), então entre uma barrufada de cana e outra ( do engenho) o Serrano foi lá e trouxe mais 3 pontos.

O Jogo de Guarabira, reedição da final da segunda divisão, trouxe o campeão fazendo a mesma festa que fez na final do ano passado, e se a vitória do Espantalho do Brejo no meio de semana fora de casa, encheu de esperança sua brava torcida, o Verdão Maravilha (verde da cor da esperança) buscou sua primeira vitória contra um adversário em que pouco funciona, há não ser seu camisa 10.  Com 3 pontos, o Guarabira corre contra o quadrangular da morte e viu seu rival de domingo, o Nacional, chegar a terceira posição do seu grupo. Continuo com meu pensamento sobre a situação de ambos no campeonato. O Guarabira vai tentar mostrar se o velho Silvio Porto ainda é um alçapão ao se deparar em casa com o primeiro grande, o Botafogo. Já o Naça, em Joao Pessoa, contra o enjoado CSP.

Sousa X Atlético é daqueles jogos em que  ninguém sabe de nada. Nem do começo e nem do meio e tanto faz um vencer ou não. Ambos precisavam da vitória. O Sousa jogava em casa e inaugurava seu segundo do treinador, o comp0etente Jason   e o Atlético com Índio, ex-Sousa, perdeu sua segunda seguida e não fosse a derrota do Guarabira, estaria na lanterna. Ambos estão devendo pelo que propagaram. O Atlético pelo que fez ano passado e o Sousa pela boca poderosa de seu presidente. O Sousa vai a Campina Grande encarar no PV o time de Oliveira Canindé, já o Atlético recebe o saco de pancadas do momento, o Auto.

Botafogo X Treze além de fazerem o clássico tradição também fez o jogo dos dois maiores das Paraíba no momento: ambos estão na Copa do Brasil e copa do Nordeste, ambos com calendários apertados para o primeiro semestre. Era natural que fosse um jogão como era natural que que o Botafogo jogasse melhor , pelo reflexo da excelente partida feita lá em Salvador quando venceu o Bahia e o Treze, pelo que se viu até agora, é somente um ruma de jogador voluntarioso, que parece não entender as instruções do seu comandante. Foi assim que se mostrou contra o CRB em que apesar do domínio da bola, serviu ao adversário espaços generosos para que ele construísse a derrota do Treze, que além de empatar com o Belo, ainda perdeu a primeira colocação para o Grêmio Serrano. Continuam, apesar de segundos em seus grupos, sendo os clubes favoritos para o titulo. Neste meio de semana, o Treze tem jogo difícil contra um Sousa empolgado e o Botafogo vai a Guarabira enfrentar um Guarabira desconfiado.

Campinense X CSP foi um jogo sem goleiros. Nenhuma defesa difícil para eles, pouco sujaram seu uniformes, mas teve o Campinense mais decidido a fazer gols ( e fez, 2). O Campinense o tempo todo cozinhou o jogo. Bem postado em sua defesa, com William e Jensen, os laterais pregados no campo de defesa, teve  um Thiago dorminhoco e um Marcinho querendo jogo. O Campinense não jogou feio, o CSP facilitou também. Esse foi o jogo que vi e vi Fernando Pires ser arrebatador, participando, combatendo e municiando o ataque. O melhor em campo. Com 7 gols feitos e somente u sofrido, a Raposa tem o melhor ataque, a melhor defesa e o maior numero de pontos em todo o campeonato. É cedo? Oxe, nem amanheceu ainda, mas o café da manha bem feito que o Celso está fazendo  promete uma refeição com  bastante sustança. De fome o Campinense não morre. Quinta feira (se não mudarem) será o encontro de lideres no Amigão, primeiro contra primeiro. O Serrano vendeu caro sua derrota no primeiro jogo, mas ainda não é páreo para o fatal time de Celso Teixeira. Já o CSP, tentará se reorganizar contra o canário do sertão.

O Campeonato começa a ter a empolgação que merece por cada torcida, mas tudo ainda  é pouco para o que estar por vir, mas estar numa competição com 10 jogos classificatório, abrir vantagens  em pontos e gols, é fundamental e o Campinense parece ser o único a ter pressa em fazer isso.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes.

Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

PB Esportes – Há 6anos fazendo a melhor cobertura com credibilidade. #EuMeLigo #No #PBEsportes6anos!

As informações dos colunistas não representam a opinião do site PB Esportes; a responsabilidade do texto é do autor.

Deixe um comentário