OPINIÃO – A importância de tirar coelho da cartola

Imagem da Internet

O dia era 09 de abril de 2018. Nem faz tempo assim. A Operação Cartola deu as caras, investigando a manipulação de resultados do futebol paraibano. Estremeceu. Isso, um dia após a final do Campeonato Estadual, onde, aliás, algumas decisões da arbitragem foram bem questionáveis. Erros dos homens do apito também foram vistos Brasil afora, como, por exemplo, nas finais do Carioca entre Vasco e Botafogo e do Paulista, entre Palmeiras e Corinthians. Passaram-se três dias e mais polêmica no mundo da bola, especialmente na partida entre Real Madrid e Juventus, pelas quartas-de-final da Champions League. No final de semana seguinte, bola rolando pelo Campeonato Brasileiro. Logo no segundo jogo, Vitória e Flamengo, teve juizão enxergando mão em rosto – e levando em conta a bravura e a injustiça, Everton Ribeiro deveria homenageado e indenizado de uma só vez, porque só quem já levou uma bolada na cara sabe o ato de coragem que é -, validando gol irregular e etceteras. Lá vem outro meio de semana… Dessa vez, Pré-Copa do Nordeste.  E a arbitragem inovou: deu vantagem em uma penalidade máxima. Pois é, então… seja manipulação de resultados ou despreparo, talvez as coisas precisem ser revistas. Situações assim vão continuar acontecendo. Não é de hoje. Talvez seja até saudável que hajam polêmicas e que elas continuem nos pautando. Fato é que a Cartola nos enche de esperança. Esperança de que seja só ruindade.

 

 

Sobre o jogo, o Campinense poderia ter feito um resultado mais elástico. Deveria. Seria mais justo com o que apresentou. Foi assim na final do estadual. Dominou o jogo, mas não liquidou a parada. Os gols que não fez podem fazer falta na volta. No geral, avaliação positiva. Mostra que a equipe tem potencial e pode almejar alguma coisa na Série D. Mas reforços seriam muito bem-vindos, especialmente no setor ofensivo. A equipe carece de poder de decisão. Precisa tirar coelhos da cartola para pôr em prática a magia de transformar domínio de jogo em resultado.

As informações dos colunistas não representam a opinião do site PB Esportes; a responsabilidade do texto é do autor.

Deixe um comentário