Presidente do sindicato dos árbitros comenta operação cartola

Deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público da Paraíba no último dia 9, a Operação Cartola é resultado de mais de seis meses de investigações e tem por objetivo apurar os crimes cometidos por uma organização composta por membros da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba (Ceaf), Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD/PB) e dirigentes de clubes de futebol profissional do Estado da Paraíba (os cartolas). Ao todo, 80 nomes estão sendo investigados pela operação dos quais 11 são árbitros:

Em entrevista ao PB Esportes, o presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol da Paraíba (Sinafep), Emanuel Diniz falou sobre a investigação da arbitragem paraibana.

Envie informações à Redação do PB Esportes por meio do Whatsaap através do telefone (83)996550823.
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes. Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Deixe um comentário