CBF afasta Amadeu Rodrigues da Federação Paraibana de Futebol

Nesta segunda-feira, a CBF deve confirmar o auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Boson Gambogi, para conduzir as atividades da Federação Paraibana até a conclusão das investigações da operação cartola.

Durante esse período, Amadeu Rodrigues ficará licenciado de suas funções como gestor da FPF.

Confira a nota na íntegra:

“Com base no que consta nos processos éticos, na última sexta-feira, a Comissão de Ética do Futebol Brasileiro determinou o afastamento temporário do presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, e recomendou à CBF a nomeação de um interventor independente. Nesta segunda-feira, a CBF confirmará o auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Dr. Flávio Boson Gambogi, para conduzir as atividades da Federação Paraibana até a conclusão das investigações. Durante este período, ele estará licenciado de suas funções no STJD. Cabe ressaltar ainda que, tão logo tomou conhecimento das denúncias, a Comissão de Arbitragem da CBF suspendeu de forma preventiva todos os árbitros e assistentes ligados ao quadro da entidade paraibana”.

Na tarde desta segunda-feira (14), no auditório do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba, acontecerá uma entrevista coletiva do Presidente afastado Amadeu Rodrigues e sua assessoria jurídica.

 

 

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes. Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Deixe um comentário