Botafogo-PB e Juazeirense empatam em 1 a 1

Precisando vencer para reagir na Série C, Juazeirense e Botafogo empataram no Adauto Moraes por 1 a 1, freando as arrancadas de ambos. Num jogo o qual teve muitos amarelos e um apagão, os times aproveitaram a falta de eletricidade para respirar e fazer um duelo mais animado na volta, quando Nando abriu o placar para o Belo e Rayllan empatou em favor do Cancão. Com o escore, baianos e paraibanos seguem no meio da tabela, apesar de, hoje, vivenciarem brigas opostas – contra o rebaixamento e pelo G4, respectivamente.

Agora, os times viram a página para o segundo turno, onde encaram os adversários das nove primeiras rodadas com mandos invertidos, precisando reagir e buscar melhores resultados caso queiram brigar por algo maior dentro da competição.

PRIMEIRO TEMPO

Em um início truncado, os times protagonizaram um primeiro tempo de muitas faltas. Não a toa, quando o cronômetro assinalava 35, haviam amarelos demais e chances de menos. Nas duas únicas boas oportunidades da primeira etapa, Jussimar foi travado e não conseguiu finalizar após receber cruzamentos de Victor Sapo e Juninho Tardelli, respectivamente. Aos 41, o Belo teve a sua primeira chance após Mazinho chutar de longe e Tigre defender tranquilamente.

Sonolento, o jogo não agradava os torcedores presentes no Adauto Moraes e foi para o intervalo com o placar zerado, refletindo a pouca criação das equipes.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para o segundo tempo, o jogo esquentou, mas logo voltou a esfriar. Aos 3, Nando mandou a bola para o fundo das redes, mas o gol acabou anulado por impedimento. No lance seguinte, o Carrosel do Sertão reagiu e Toni Galego saiu na cara do gol, mas isolou. Um minuto depois, Eron recebeu da esquerda e, de cabeça, carimbou a pelota no poste visitante.

A euforia das duas equipes, por sua vez, foi interrompida aos 13 minutos, quando um apagão derrubou a iluminação do estádio e paralisou o jogo. Após 19 minutos, a energia elétrica foi retomada e o jogo voltou ainda mais elétrico. Quatro minutos após o reinício da partida, Hiroshi aproveitou um novo apagão, este na zaga da Juazeirense, e deu um grande passe para Nando abrir o placar.

Atrás no placar, o Tricolor Baiano respondeu rápido: seis minutos após o gol paraibano, Toni Galego aproveitou falha de Felipe Cordeiro e empatou o jogo. O tento marcado acendeu os sertanejos, os quais tiveram a chance de virar em seguida com Carlinhos, mas o lateral mandou a bola para fora.

Nos últimos quinze minutos, os paraibanos equilibraram o duelo, mantendo-o em aberto e com chances para os dois lados. Sem eficiência na pontaria, porém, as equipes não conseguiram voltar a frente do placar e confirmaram o empate como resultado final.

PRÓXIMOS JOGOS

Cancão e Xerife voltam a campo pela primeira rodada do segundo turno da terceira divisão no próximo sábado (16), ambos às 18h. No Almeidão, em João Pessoa, o Botafogo faz confronto direto pelo G4 do grupo diante do Salgueiro. A Juazeirense, por sua vez, visita o Confiança no Batistão, em Aracaju, buscando se afastar do Z2 e evitar o rebaixamento.

Ficha Técnica:

Campeonato Brasileiro da Série C – 9ª Rodada – Grupo A

Data: 09/06/2018

Horário: 18h30

Local: Estádio Adauto Moraes – Juazeiro (BA)

Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva – SP

Auxiliares: Daniel Luis Marques – SP e Alex Ang Ribeiro – SP

Cartões Amarelos

Juazeirense -BA: Patrick, Tigre, Eron, Júnior Gaúcho;

Botafogo-PB: Nando, Rogério, Rafael Jataí, Gladstone;

Gols

Juazeirense -BA: Toni Galego (23’\ 2T)

Botafogo-PB: Nando (17’\ 2T)

Público: 317 Pagantes

Renda: R$ 4.760.00

Juazeirense –BA

Tigre; Carlinhos, Júnior Gaúcho, Eron e Deca;Waguinho, Patrik (Rayllan), Jussimar (Capone) e Juninho Tardelli;Toni Galego e Victor Sapo.Técnico: Ailton Silva.

Botafogo-PB

Saulo, Daniel, Gladstone, Lula e Felipe Cordeiro; Hiroshi, Rogério, Rafael Jataí (Humberto) e Mazinho (Jobinho); Dico e Nando. Técnico: Ramiro Souza

Foto: Carlos Humberto – Agência CH

PB Esportes com Futebol Interior

 

 

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes. Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Deixe um comentário