PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
jhony-bezerra-publicidade2

Num dos confrontos mais interessantes das quartas de final do Campeonato Brasileiro Série D, Treze-PB e Caxias-RS se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Almeidão, em João Pessoa. A partida de ida começa a decidir quem ficará com o acesso à Série C 2019.

O duelo coloca frente a frente os dois melhores ataqus da Série D. O Caxias tem 20 gols marcados, sendo também dono da melhor defesa, com cinco gols sofridos, ao lado do Campinense. Já o Galo marcou 19 gols na competição.

O Caxias é dono da segunda melhor campanha, com 24 pontos somados. Em 10 partidas, o clube gaúcho venceu sete e empatou três. Já o Treze fez 17 pontos em seu desempenho geral, com quatro vitórias, cinco empates e uma derrota. O clube sofreu oito gols.

Por conta de uma punição da CBF, o Galo não poderá mandar o jogo em Campina Grande, no estádio Presidente Vargas, como fez em todas as etapas da Série D até aqui. Com isso, a partida foi mudada para o estádio Amigão, em João Pessoa.

QUAL DIFERENÇA?

O técnico Flávio Araújo falou sobre o que muda em ter que jogar na capital. “Toda a diferença. O PV é o nosso caldeirão, a torcida em cima, vibrando. No Almeidão, um estádio muito maior, nossa torcida fica distante. Mas, dentro de campo, nossa postura é a mesma, sempre buscando se impor na posse de bola e na marcação. Independente de ontem jogamos, iremos procurar nos impor como mandante”, afirmou o treinador

Com alguns retornos e sem maiores problemas para definir o time que atuará, o treinador falou sobre a escalação do Treze para o duelo. “Nilson, Silva e Maicossuel, que são titulares, desfalcaram o time na última partida. Os jogadores que entraram foram muito bem. Estou analisando e irei definir quem volta, mas vou esperar até o momento do jogo. Beleu e Júlio estão no departamento médico, mas todo o restante do grupo está à disposição”.

CAXIAS FAZ MISTÉRIO

O Caxias fez mistério e treinou com portões fechados durante toda a semana. Sabe-se que o técnico Luiz Carlos Winck possui duas dúvidas para o duelo. Júnior Alves e Nathan Cachorrão, que chegaram a ficar fora do treinamento no início da semana, estão se recuperando, mas devem ficar à disposição.

O treinador se preocupa também com desfalques para o segundo jogo, já que oito jogadores do time Grená estão pendurados, cinco titulares e três opções do banco. Luiz Carlos Winck deverá repetir a escalação do último jogo.

Winck destacou a importância de ter a atenção redobrada e o respeito com a equipe da casa. “Cada vez a cobrança maior no sentido de concentração. Erro zero não existe. Mas se a equipe estiver compacta e andar junto o tempo todo, nós podemos fazer um bom jogo. Temos respeito para com o adversário, mas vestimos a camisa do Caxias e temos que fazer valer esse fato dentro de campo”, destacou o comandante grená.

Prováveis escalações:

Treze

Mauro Iguatu; Alex Travassos, Ítalo, Nilson Júnior e Silva, Dedé, Carlos Coppetti e Marcelinho Paraíba; Leilson, Ceará e Max Samurai (Leandro Love). Técnico: Flávio Araújo.

Caxias-RS

Gledson, Cleiton,Júnior Alves,Jean,Julinho,Marabá,Gilson, Éder, Diego Miranda, Wesley e Nathan. Técnico: Luis Carlos Winck.

PB Esportes com Futebol Interior