jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO

O futuro antes do presente. A situação é incomum para quem não está acostumado com o complicado calendário brasileiro. Nesta quarta (1º), o Náutico entra em campo para encarar o Campinense, no Amigão, no duelo de ida pela pré-Copa do Nordeste de 2020. Isso sem sequer terminar sua participação na atual edição. Inclusive, o Timbu disputará na próxima semana um confronto perante outro paraibano, o Botafogo/PB, no Almeidão, pela semifinal do torneio. Antes de lutar por uma vaga na final do Nordestão 2019, os pernambucanos darão o primeiro passo para garantir presença no próximo Regional.

“É um fato novo. Poderia ter sido feito em outras datas, mas é do futebol. Temos que fazer esse jogo para garantir um calendário (ano que vem). O time está focado e sabemos a importância que isso representa ao clube”, afirmou o técnico Márcio Goiano.

O treinador também analisou como espera o Campinense para o primeiro jogo da “decisão”. “Buscamos informações sobre o adversário. Sabemos que eles terão muitas mudanças, com um time bem diferente daquele que enfrentou o Botafogo/PB (na final do Campeonato Paraibano). Vamos olhar mais a característica do treinador, que sempre faz a equipe ser aguerrida, além do estudo pessoal de alguns atletas”, frisou.

Para o confronto, Goiano segue sem três peças importantes do meio-campo. Danilo Pires, Maylson e Jorge Henrique continuam se recuperando de suas respectivas lesões. A tendência é que Náutico entre com a mesma escalação usada na derrota por 2×0 para o ABC, no Frasqueirão, na estreia da Série C. Sem novas contratações até o momento, o Timbu confirmou apenas a saída do lateral-esquerdo Gabriel Araújo. O jogador terminou seu contrato ontem e agora está liberado para acertar com outra equipe. O clube busca um novo atleta para o setor, além de reforços pontuais nas demais posições.

PB Esportes com  William Tavares \ Folha-PE

Foto: Léo Lemos/Náutico