CR7 perde pênalti, mas Juventus segura Milan e vai à final

A Juventus garantiu hoje sua vaga à final da Copa da Itália 2019/2020. Jogando em um Allianz Stadium sem público, o time ficou apenas no 0 a 0 diante do Milan, mas se garantiu graças ao placar do jogo de ida: 1 a 1 em Milão. A partida foi realizada em 13 de fevereiro.

Na decisão do título, a Juve encara quem passar pelo duelo entre Napoli e Inter de Milão, que medem forças amanhã no estádio San Paolo. No jogo de ida, em 12 de fevereiro, os napolitanos venceram por 1 a 0, gol de Fabián Ruiz.

A final está marcada para 17 de junho, no Estádio Olímpico de Roma.

Homenagens A partida de hoje contou com um minuto de silêncio antes do pontapé inicial, em homenagem às mais de 34 mil vítimas do novo coronavírus na Itália. Segundo a Federação Italiana de Futebol (FIGC), a medida será adotada também em todas as partidas da retomada da primeira divisão local, a partir de 20 de junho.

Além disso, ainda no aquecimento, jogadores dos dois times usaram camisas com mensagens contra o racismo: “sem racismo” na Juventus e “vidas negras importam” no Milan.

Pênalti perdido e expulsão Com a bola rolando, a Juventus teve a chance de abrir o placar em pênalti aos 16 minutos do primeiro tempo. Na cobrança, porém, Cristiano Ronaldo acertou a trave direita do goleiro Gianluigi Donnarumma.

Na sequência do lance, Danilo recebeu na intermediária e levou a pior em uma dividida com Ante Rebic, que levantou demais o pé e atingiu o brasileiro. O camisa 18 levou o cartão vermelho.

Com um a menos durante boa parte do jogo, o Milan não conseguiu buscar o gol fora de casa para tentar a vaga na decisão. Melhor para a Juve.

Foto: Valerio Pennicino/Getty Images

PB Esportes com informações do UOL

Deixe um comentário