jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
publicidade-horizontal
Foto: Lenilson Santos\ Ferroviário-CE

A Série C chega na sua rodada derradeira, a 18ª. Com ela, vem a definição das quatro equipes do Grupo A que seguirão para a próxima fase, buscando o acesso para a Segunda Divisão. Enquanto que, por outro lado, define quem será a segunda equipe rebaixada para a Série D. Na parte de cima da tabela, Botafogo-PB e Ferroviário lutam para avançar no campeonato, mas apenas o Belo depende de si. Na parte de baixo da tabela, Floresta e Jacuipense brigam contra o descenso, com uma missão complicadíssima para o Leão do Sisal deixar a vice-lanterna. Toda a rodada será disputada no sábado, às 17h. Confira o cenário dessas equipes.

Botafogo-PB

O Belo vem em melhor momento na competição, ocupando o quarto lugar com 26 pontos. Na rodada passada, venceu o Jacuipense, após uma oscilação com cinco jogos sem ganhar, sendo quatro empates e uma derrota. O Alvinegro encara o rebaixado Santa Cruz no Arruda e tem tudo para confirmar sua presença na segunda fase da Série C.

PUBLICIDADE

O Tricolor vem em fase de reformulação da equipe, com várias mudanças, mirando o planejamento para a disputa do Pré-Nordestão. Assim, para o Botafogo-PB, uma vitória simples já é suficiente. Em caso de empate, precisa secar o Ferroviário e o Manaus. Inclusive, o time amazonense é uma equipe-chave nesta última rodada, para que se encaminhe a classificação dos dois nordestinos.

Ferroviário e Floresta: Cenários distintos em jogo

O Tubarão da Barra tem o Verdão pela frente, no Vovozão. Um jogo com equipes possuindo diferentes pretensões na Série C. O Ferroviário ocupa o quinto lugar, com 24 pontos, e não depende de si para classificar. Ele precisa vencer o Floresta e secar o Botafogo-PB ou o Manaus, principalmente. O time amazonense vai encarar o Paysandu fora de casa e, em caso de derrota, deixa a vaga no G4 de bandeja para o Ferrão.

Daí entra o outro lado desta partida. O Floresta tem 18 pontos, ocupa a oitava colocação, e possui uma vantagem de três pontos, além de seis gols de saldo para o Jacuipense. Ou seja, um empate já basta para livrar o Verdão do rebaixamento. Porém, em caso de derrota, mesmo que simples, precisa contar com uma goleada do outro lado. Em situação mais cômoda neste momento, o Floresta busca fechar bem a sua primeira participação na Série C e garantir a manutenção.

Jacuipense na beira do precipício

O Leão do Sisal está na vice-lanterna do Grupo A da Série C com 15 pontos, e não depende só de si para se livrar. Além de precisar vencer o Altos no Barradão, precisa fazer um placar elástico – no mínimo 5 a 0, em caso de derrota do Floresta pelo placar mínimo de 1 a 0, para tirar os seis tentos de diferença no saldo. Vindo de uma frustrante derrota para o Belo, a equipe terá o retorno do meia Danilo Rios e do volante Peixoto para encarar os piauienses, mas ficará sem Dionísio (suspenso) e tem William Kaefer como dúvida.

Sem mais pretensões

O Santa Cruz, já rebaixado para a Série D, após 10 anos que se livrou dela, vive novamente um calvário. Agora, se prepara para enfrentar o Pré-Nordestão no fim de outubro e vai remodelando seu elenco, com saídas e tentativas de renovação contratual. O outro nordestino da chave é o Altos, que alcançou os 21 pontos e não corre mais qualquer risco de descenso. Agora, a intenção é fechar bem a sua participação na Série C, após o acesso conquistado em 2020.

PB Esportes com informações do NE45

PUBLICIDADE