jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
publicidade-horizontal

Ex-atleta profissional, graduado em educação física e transitando pelo meio do futebol a mais de três décadas, Gerson Gusmão vem, a cada temporada, consolidando a carreira como treinador. Aos 47 anos, o técnico está em busca de conquistar o terceiro acesso nas últimas cinco edições do campeonato brasileiro.

Trajetória

PUBLICIDADE

Gersinho, como é conhecido pelos mais próximos, sempre nutriu o amor e a dedicação pelo futebol. Ex-lateral-esquerdo, o hoje treinador deu o pontapé inicial à beira dos gramados no ano de 2008. Naquele momento, recebeu a oportunidade de ser auxiliar técnico no Novo Hamburgo/RS. Na equipe gaúcha, trabalhou por cinco temporadas. Na sequência, ainda como auxiliar, acumulou experiência na Chapecoense/SC, Santo André/SP, Caxias/RS e Operário Ferroviário/PR.

Ciente do acúmulo de conhecimento e experiência, Gerson Gusmão decidiu dá um passo à frente na carreira: tornar-se treinador. Assim como quando auxiliar, Gusmão iniciou a trajetória como técnico no Novo Hamburgo/RS. Logo em seguida, veio o convite de mudar de estado, mas seguir na região do Sul do Brasil. A proposta foi do Operário Ferroviário/PR. Ali teria início uma trajetória extremamente vitoriosa.

Pelo Operário, foram quatro anos e sete meses de trabalho onde Gerson Gusmão elevou o patamar do clube. O “fantasma”, como a equipe paranaense é conhecida, enfileirou conquistas a nível estadual e nacional. O time alcançou a elite do futebol do Paraná e foi retirado do limbo, quando não possuía divisão do campeonato brasileiro para disputar, até ser conduzido à Série B. Ainda pelo clube paranaense, alcançou, em 2019, a marca de treinador mais longevo entre os clubes das três principais divisões do Brasil.

Temporada 2021

Atualmente, Gerson Gusmão comanda o Botafogo/PB na Série C do Campeonato Brasileiro. O clube paraibano conquistou a classificação ao quadrangular de acesso e é a única equipe nordestina entre os oito classificados.

O Belo conquistou a classificação ao terminar a 1ª fase da Série C na 3ª colocação do Grupo A, com 27 pontos. A campanha na competição nacional foi composta por: 6 vitórias, 9 empates e apenas 3 derrotas. Marcando 17 gols e sofrendo 11. Possuindo, dentre os 20 clubes participantes, o 2º melhor sistema defensivo. Atrás apenas do Novorizontino/SP.

“O momento atual no Botafogo é muito bom. A equipe entrou desacreditada na Série C, com pouco investimento. Mesmo assim conseguimos montar um time competitivo e sempre nos manter entre os quatro primeiros colocados. Dentro desse cenário, o torcedor, a cidade de João Pessoa, passou a criar uma expectativa que é possível conquistar o acesso. A gente sabe que é uma realidade muito difícil, mas vamos brigar até o final.”

Na atual temporada, Gerson Gusmão comandou o Botafogo/PB em 28 jogos. Até aqui, são: 11 vitórias, 14 empates e 3 derrotas; 32 gols marcados e 16 gols sofridos. Totalizando 56% de aproveitamento dos pontos disputados.

Títulos nacionais:

Brasileiro Série D – 2017. Campeão e acesso. Bateu o Globo/RN.

Brasileiro Série C – 2018. Campeão e acesso. Venceu o Cuiabá.

PB Esportes com informações de Vinícius Calado\ Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE