PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE MARE DISTRIBUIDORA HORIZONTAL-min (1)
Foto: Higo de Figuerêdo

Durou pouco mais de dois meses a gestão de Rodrigo Nóbrega à frente do Nacional de Patos. Depois de uma reunião que começou no final da manhã desta quarta-feira (02) e terminou por volta das 15hs, Rodrigo Nóbrega redigiu e entregou ao advogado Adlaberto Fernandes, presidente do Conselho Deliberativo do Nacional, uma carta na qual renuncia à presidência do Clube.

Na carta, Rodrigo relata a situação financeira do clube e alega a dificuldade para geri-lo, uma vez que reside na capital paraibana, João Pessoa.

PUBLICIDADE

Foto: Carta de renúncia/Reprodução WhatsApp

A reunião foi tensa, principalmente porque vários torcedores estavam acompanhando do lado de fora da residência do advogado, exigindo a saída do dirigente. Viaturas da Polícia Milítar foram chamadas para acompanhar o protesto de alguns torcedores presentes ao local. Há informação também que alguns patrocinadores não estavam querendo que Rodrigo continuasse na presidência.

O treinador Mirandinha que foi apresentado no último sábado, não fica no Nacional. Delany, o Pescador, que treina a base nacionalina, será responsável por colocar o time que estrará em campo nesta quinta-feira, 3 de fevereiro, diante do Campinense. A partida abre o Campeonato Paraibano e está marcada para às 19hs no estádio Amigão, em Campina Grande.

Uma junta vai tomar algumas decisões para tentar arrumar o time para o início do Paraibano. Os dirigentes agora correm contra o tempo para registrar o maior número possível de atletas para a partida desta quinta-feira. Os atletas que estavam treinando no time aguardam as deliberações que serão tomadas.

PB Esportes com informações Antonio Silva com Higo de Figuerêdo e Amberg Leitão \ Patosonline.com

PUBLICIDADE