PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE MARE DISTRIBUIDORA HORIZONTAL-min (1)
Foto: Guilherme Drovas/Botafogo-PB

Deu empate, a 1 a 1 no clássico paraibano entre Botafogo e Campinense na noite de desta quarta-feira, pelo complemento da sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. E o Belo, apesar de ter feito um bom primeiro tempo, não conseguiu responder ao seu torcedor depois das duas derrotas que custaram o título estadual. A Raposa foi no início, mas equilibrou no segundo tempo, e deixou tudo igual no Almeidão.

o Belo marcou com Leandro Camilo, no primeiro período e Olávio empatou para o time rubro-negro de Campina Grande no segundo. Em termos de tabela, o resultado foi melhor Bota, que segue e segundo lugar com 13 pontos ao lado do ABC. A Raposa é a 14ª colocada com nove pontos.

PUBLICIDADE

O jogo começou muito bom no Almeidão. Depois das duas derrotas para o rival no estadual, o Bota voltou com outra postura e pressionou o tempo todo, diante de uma Raposa sem o brilho das finais do paraibano. Aos três, Alessandro cruzou, Kesley tentou e no rebote, Tinga errou o alvo. Novo lance de Alessandro aos cinco, mas Edvan perdeu; aos nove, Nadson roubou a bola e bateu com muito perigo para a Raposa. A pressão do Belo continuou: Ratinho cruzou para Kesley que quase marca aos 11. O Campinense respondeu aos 14 num chute de Dione defendido por Luís Carlos. Aos 19 nova pressão, Coutinho chapelou o marcador e caiu, reclamando de penal, não marcado; dois minutos depois nova boa defesa de Mauro Iguatu. Num escanteio cobrado por Edvan, a bola se ofereceu para Coutinho que perdeu outra chance para o Belo, aos 26; Michel travou o mesmo Coutinho aos 28 e evitou o gol do Botafogo. Alessandro chegou cara a cara com Iguatu, e bateu colocado aos 33 minutos.

AGUA MOLE EM  PEDRA DURA…

O Bota continuou em cima. Edvan tentou na primeira, e Ratinho armou o chute com muito perigo. E de tanto tentar, o Belo, foi premiado com seu gol. Aos 40, Nadson bateu escanteio e o zagueiro Leandro Camilo subiu e testou firme, Botafogo, 1 a 0.

RAPOSA MELHORA E EMPATA

O Campinense mudou de postura no segundo tempo. Pressionou no começo: aos dois com Magno, Douglas aos cinco, e empatou aos oito, num escanteio cobrado por Dione que achou Olavio, que mostrou senso de artilheiro, 1 a 1. O Belo voltou a assustar num chute forte de Alessandro que passou perto da meta de Iguatu aos dez. O jogo seguiu movimentado depois disso, mas sem o ritmo alucinante do primeiro e início do segundo tempo daí por diante.

O Belo deu as caras ao ataque aos 30, Edvan bateu de média distância e Mauro Iguatu defendeu; ais 36 Hugo parou na boa saída de Luis Carlos. Aos 44, Douglas ainda tentou, mas o golero do Bota pegou, Fim de clássico, 1 a 1.

PRÓXIMOS JOGOS

Na oitava rodada da Série C, sábado, dia 28 de maio tem Campinense e Vitória, 17h, no estádio Amigão, em Campina Grande-PB. O Botafogo joga domingo, 29, 11h no estádio Nivaldo Pereira, no Rio, contra o Volta Redonda.

PB Esportes com informações do Futebol Interior

PUBLICIDADE