PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
Foto: João da Paz

Vitória conquistou um grande resultado na tarde deste sábado (28), e jogando em Campina Grande, no Estádio Amigão, venceu por 1 a 0 o Campinense, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

A Raposa foi melhor no primeiro tempo, e no segundo, mais equilibrado, o Vitória foi mais eficiente, fez 1 a 0 antes dos dez minutos com um gol do zagueiro Danilo Cardoso, e depois só administrou o placar.

PUBLICIDADE

Com o triunfo, o time baiano respira mais tranquilo, se afasta mais do Z-4, agora com dez pontos e provisoriamente assume a 11ª colocação, mesma pontuação, embolado com mais seis times – Volta Redonda, Remo,  Botafogo-SP,  Floresta e São José. O Campinense segue com nove pontos, e ocupa a perigosa 16ª posição, a dois pontos dos times do Z-4.

O primeiro tempo pecou por falta de maiores emoções no Amigão. O Campinense teve mais presença no ataque. O Vitória marcava bem, mas pouco chegava. A Raposa tentou com Magno que cabeceou aos oito; dois minutos depois, Luis Fernando acertou a trave baiana.

O Vitória respondeu aos 14 num chute de Roberto, sem direção. Em novo arremate da Raposa, aos 18 minutos Dione cobrou falta e a bola que passou perto do gol. Com uma postura defensiva segura, o Vitória segurou o ímpeto inicial do Campinense, e o jogo caiu um pouco depois dos 20 minutos. Emoção só na bola parada. Aos 39 minutos Mauro Iguatu defendeu falta batida por Rafinha do rubro-negro baiano.

VITÓRIA MARCA E DEFINE

O segundo período melhorou muito. O Vitória foi mais eficiente, marcou seu gol e administrou bem a vantagem. O Campinense tentou. Luis Fernando arriscou o chute com menos de um minuto; em seguida foi a vez de Erick Pulga quase marcar para a Raposa. Mas o Vitória respondeu com perigo: aos cinco Gabriel Santiago parou numa grande defesa de Iguatu. E aos  seis minutos, num escanteio em vacilo da defesa da Raposa, o defensor Danilo Cardoso abriu a contagem no Amigão,  Vitória 1 a 0.

Perdendo, o Campinense saiu para o tudo ou nada e aos dez, Luis Fernando fez um bom arremate,  mas parou no goleiro Lucas Arcanjo. Rafinha arriscou aos 14; Dione tentou o chute mas o goleiro baiano defendeu. O Vitória era perigoso aos 20 Rafinha fez boa jogada e quase ampliou.

Nos minutos finais a Raposa gastou seus “últimos cartuchos” em busca do empate. Aos 38, Olávio tentou de cabeça e parou no goleiro Arcanjo; aos 42 minutos, Dione tentou de cabeça. E ficou nisso, grande triunfo do Vitória em pleno Amigão, 1 a 0.

PRÓXIMOS JOGOS

Na nona rodada do Brasileiro da Série C,  domingo, dia 5 de junho, o Vitória recebe o Volta Redonda, 16h no Barradão, em Salvador. O Campinense joga segunda-feira, 6 de junho, 20h em Belém, no Baenão, diante do Remo.

PB Esportes com informações do Futebol Interior

PUBLICIDADE