PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
Foto: Divulgação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), lançou oficialmente, na última quarta-feira (24), em Rio Tinto, os Jogos Indígenas 2022, que envolverão participantes também das aldeias potiguaras dos municípios de Marcação e Baía da Traição. O evento contou com a presença do cacique geral potiguara Sandro Gomes, bem como o pajé Isaías, que realizou um ritual típico do povo indígena local.

Na oportunidade, foi lançado o calendário dos Jogos, que voltam a acontecer após dois anos sem realização por conta da pandemia. Este ano, os Jogos Indígenas ocorrerão no período de 21 a 25 do mês de setembro, na aldeia Jaraguá, pertencente ao município de Rio Tinto. As modalidades em disputa são: futebol de campo, futsal, canoagem, cabo de guerra, arco e flecha, corrida do toro, natação e minimaratona. 
 
“Este é mais um evento que estava suspenso pela pandemia e que está retornando em 2022 e por isso é de extrema responsabilidade conduzir essa pasta, porque o esporte faz com que os povos estejam unidos por um único objetivo, que é o espírito de competição. Ao povo potiguara, a equipe da Sejel procurará fazer de tudo para que estes jogos possam ocorrer de forma com que todas as aldeias das três cidades envolvidas tenham condição de ficar satisfeitas”, disse o secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Zezinho Botafogo.
 
Para os indígenas, os Jogos são algo fortalecedor para a cultura local. “É de extrema importância a volta da realização dos Jogos porque representa o fortalecimento e o apoio à cultura original dos povos potiguaras. Além de movimentar o esporte, o lazer, é importante destacar esse fator cultural, que é altamente positivo para os participantes”, frisou o cacique Sandro.
 
A edição de 2022 dos Jogos Indígenas da Paraíba conta também com apoio das prefeituras de Rio Tinto, Marcação e Baía da Traição.

PUBLICIDADE

PB Esportes com informações da Secom-PB

PUBLICIDADE