Foto: Jadison Sampaio / AMFC
AnyConv.com__APOIE NOSSO TRABALHO (1)
PUBLICIDADE-JARBAS (2)
Sebastião
Foto: Jadison Sampaio / AMFC

Ponto importante somado. Jogando fora de casa, o Botafogo-PB não fez boa partida, mas conseguiu segurar um empate sem gols com o Amazonas pela 7ª rodada do Brasileiro da Série C. O confronto direto, que valia a vice-liderança da competição, foi controlado pelos amazonenses, que desperdiçaram grandes chances dentro dos 90 minutos.

Como fica?

PUBLICIDADE

Com o resultado, as situações do Botafogo-PB e da Onça Pintada pouco mudam. Terceiro e quarto colocado, respectivamente, os times chegam a 13 e 12 pontos.

O jogo – Amazonas x Botafogo-PB

Os primeiros minutos do jogo foram dos donos da casa. Em lances seguidos dos quatro aos seis minutos, o Amazonas chegou três vezes, sendo a principal delas com Gustavo Ermel que, sozinho na área, desperdiçou grande chance. O Belo só foi responder aos 11, com Matheus Anderson, no que foi o primeiro chute a gol da equipe paraibana.

Passados 20, o desenho da partida seguia o mesmo, apesar de mais agitado: o time mandante mais perigoso e presente no ataque, diante de um Botafogo que ainda buscava se encontrar, de fato, em campo. Em nova chance de gol dos amazonenses, Foguinho, o camisa 10, arriscou de longe, obrigando o goleiro Mota a fazer grande defesa.

A alta temperatura da cidade de Manaus, naturalmente, diminuiu o ritmo do jogo. Com a bola rolando, era visível a dificuldade dos times de desempenhar suas propostas debaixo de mais de 30 graus. E a partida caminhou para um empate sem gols até o fim da primeira etapa.

Pouco mudou no cenário da partida após o intervalo. A equipe do técnico Rafael Lacerda seguia mais efetiva e perigosa quando tinha a bola. Com o artilheiro Sassá mais acionado, o Amazonas chegou três vezes com perigo dentro dos 15 primeiros minutos. Na principal delas, o centroavante fez o corta-luz para Luan Santos, que quase abriu o placar.

Com 25 jogados, as principais investidas ainda eram dos amazonenses, que ‘martelavam’ a meta defendida por Mota em busca do primeiro gol. Mas a bola insistia em não entrar. Aos 29, Rafael Tavares colocou o goleiro alvinegro para trabalhar.

No lance seguinte, aos 30, novamente com Tavares, de cabeça, a Onça Pintada acertou o travessão, em nova defesa do arqueiro do Botafogo-PB. As investidas do time mandante, no entanto, não foram efetivas, e o Belo conseguiu somar ponto importante jogando longe da Paraíba.

Próximos jogos

As equipes voltam a campo no próximo final de semana. No sábado (10), o Botafogo-PB visita o Volta Redonda, no Rio de Janeiro, às 19h. Já no domingo (11), o Amazonas faz o clássico contra o Manaus, às 16h.

PB Esportes com informações de Vittoria Fialho\NE45

PUBLICIDADE