Divulgação/Al Hilal
AnyConv.com__APOIE NOSSO TRABALHO (1)
PUBLICIDADE-JARBAS (2)
Sebastião
PROJETO-GILNEY-2
Divulgação/Al Hilal

A grave lesão sofrida por Neymar em Uruguai 2 x 0 Brasil, que deve tirá-lo do restante da temporada, pode render uma indenização financeira ao Al-Hilal, clube da Arábia Saudita pelo qual o brasileiro atua.

É que a Fifa promove o Programa de Proteção de Clubes, por meio do qual indeniza clubes em caso de lesões sofridas quando os jogadores defendem suas seleções. A medida contempla lesões que tirem atletas de campo por mais de 28 dias.

PUBLICIDADE

Neymar sofreu ruptura ligamentar no joelho esquerdo e vai passar por cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA) e do menisco. O prazo de recuperação é de, no mínimo, seis a oito meses.

Veja o valor que o Al-Hilal pode receber pela lesão de Neymar

Por conta da gravidade da lesão, o Al-Hilal pode receber até 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões na cotação atual), segundo Eduardo Carlezzo, sócio do escritório Carlezzo Advogados e especialista em Direito Desportivo.

“A Fifa cobre no máximo um ano de lesão e o valor da compensação é limitado a 7,5 milhões de euros, sendo que o valor máximo pago por dia em que o jogador fique impedido de atuar é de 20.548 euros (aproximadamente R$110 mil reais diários)”, explicou Carlezzo.

Quanto o Al-Hilal investiu em Neymar?

De acordo com o jornal francês “L’Équipe”, o PSG recebeu cerca de 90 milhões de euros (quase R$ 500 milhões) pela transferência, enquanto Neymar tem um salário de aproximadamente 160 milhões de euros (R$ 870 milhões) pelos dois anos de contrato.

PB Esportes com informações da CNN Brasil

PUBLICIDADE