PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
jhony-bezerra-publicidade2

Nunca haviam se enfrentado antes, mas já se respeitavam só de ouvir falar. Unifacisa e Sport Club do Recife transformaram a quadra em um palco de acrocabias com a bola de basquete. Donos de um fôlego invejável, os atletas dos dois times fizeram o público se mover como em uma partida de ping pong. Um jogo dinâmico e entusiasmado. A Unifacisa abriu o placar com cesta de dois pontos e conseguiu encerrar os primeiros 10 minutos com mais do que o dobro de pontos do time do Sport, totalizando 34×16. A equipe venceu em casa, na Arena Unifacisa, por 87×67, numa partida que durou 1 hora e 34 minutos.

Os jogadores não decepcionaram a torcida que prestigiou o evento, nem o técnico do time visitante, Carlos Romero. “A minha expectativa é de um bom jogo com a Unifacisa. Um time que tem essa estrutura maravilhosa, que vem recebendo muitos investimentos e que eu quero ver na NBB”, contou o técnico antes da bola em quadra.

O time do Sport, clube com mais de 100 anos de fundação, cujo basquete nasceu juntamente com o futebol, encarou o jogo desfalcado do sexto jogador: a preciosa torcida, e precisou suportar a pressão que veio da arquibancada. No primeiro lance do time da Ilha do Retiro, a bola não entrou. A pressão da torcida contra o Sport foi ainda maior durante as cobranças de falta e em alguns momentos conseguiu desestabilizar os jogadores.

Nos primeiros instantes do segundo tempo, o time da Unifacisa teve uma baixa, com a saída do capitão Rodrigo Peru. Ele sentiu uma fisgada na virilha e não pode mais voltar à quadra. Mas ainda assim a equipe se manteve à frente no placar, terminando o segundo período marcando 52×36. Mais uma vez o jogador Paulo Nery foi o cestinha, tendo convertido pontos mesmo sofrendo falta, garantindo também o ponto do lance livre.

Um dos destaques na estratégia de jogo do Sport, que estava jogando com time caseiro, foi a cesta de três pontos, mas era também uma arma da Unifacisa. Para o técnico do time da casa, Eduardo Schaffer, o jogo foi uma oportunidade de avaliar o trabalho da equipe que está embarcando neste domingo para participar do JUBs. “O Sport é uma equipe que a gente respeita muito, com vários títulos, já tendo participado da Liga Ouro e que está invicta agora no campeonato pernambucano”, elogiou.

Dudu, como é conhecido, também destacou o papel da torcida nos eventos do basquete da Unifacisa. “O público está começando a se acostumar com o basquete e tem realmente nos prestigiado, o que é motivo de alegria pra gente”, comentou.

Para o estudante de Educação Física da UEPB, Sávio Mateus, que também joga basquete, poder assistir aos jogos é alimentar o interesse pelo esporte. “É muito boa essa oportunidade de poder acompanhar os jogos desses grandes times. A Unifacisa está fazendo isso e para quem é amante do esporte é uma oportunidade única”, disse o estudante que também assistiu a partida entre Unifacisa e Flamengo. “Eu acompanho sempre as redes sociais da Unifacisa por isso consigo os ingressos”, explicou.

Quem é aluno da casa também não perde os jogos. É o caso de Thiago Cardoso, aluno de Medicina. “Gosto de vir acompanhar o time da faculdade. Tenho orgulho e convido sempre meus amigos para os jogos na Arena Unifacisa”, contou.

Para  o estreante Romulo Vieira, pivô do time da Unifacisa, a torcida de fato fez toda a diferença. “O pessoal do time me recebeu muito bem e a energia que a gente recebeu aqui vindo da arquibancada renova nosso prazer em jogar. É isso que faz a gente treinar e nos impulsiona a querer levar a taça do JUBs”, afirmou o jogador que acabou de chegar do Ceará onde integrava o time que foi campeão invicto da Liga de Desenvolvimento do Basquete em 2015.

Números da partida

Placar: 87×67

Cestinha: Paulo Nery (23 pontos)

Faltas: 28

Tempo de partida: 1’34

Equipes

Unifacisa

Eduardo Schaffer – técnico

17 – Paulo Nery

6 – Chandler

8 – Andrieu

10 – Rodrigo Silva

20 – Romulo Vieira

Sport Club do Recife

5 – Victor Gama – armador

4 – Guilherme Negreiros – Lateral

11 – Luiz Miranda – Lateral

10 – Gustavo Silva – Ala Pivô

12 – Rafael Silva – Pivô

Arbitragem

De quadra

Helder Santana

Luciene Santa Rita

Paulo Silva

De mesa

Thaise Ramos

Edgley Nóbrega

Ilysnayry Couto

PB Esportes com Ascom\Unifacisa

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem citar a fonte PB Esportes.

Textos, fotos, artes e vídeos do PB Esportes estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

PB Esportes – Há 5 anos fazendo a melhor cobertura com credibilidade. #EuMeLigo #No #PBEsportes5anos!

Envie informações à Redação do PB Esportes por meio do Whatsaap através do telefone (83)996550823.