jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
publicidade-horizontal

O Grupo A8 era uma das poucas chaves que chegou à sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D com dois times classificados. Assim, Fluminense de Feira de Santana-BA e Campinense-PB se enfrentaram no Joia da Princesa, em Feira de Santana, de olho na primeira colocação. O 1 a 1, no fim, foi melhor para a Raposa.

A equipe paraibana terminou com 16 pontos, três à frente dos baianos. Flamengo de Arcoverde-PE, com quatro, e Murici-AL, com um, completaram a chave. Na segunda fase, etapa em que o gol fora não é critério de desempate e a segunda partida acontece na casa de quem tiver melhor campanha, o Moto Club-MA será o adversário do Tricolor, enquanto time rubro-negro pegará o Itabaiana-SE.

PUBLICIDADE

ZERADO!                                                                                            

O primeiro tempo entre Fluminense e Campinense foi equilibrado. O treinador adversário, Rui Scarpino, armou o Campinense de forma mais cautelosa com três zagueiros e três volantes, buscando explorar as jogadas de velocidade espichadas para Rodrigo Silva e Thiago Potiguar, jogadores campineiros que atuaram mais à frente. O tricolor feirense, por sua vez, tentou impor seu ritmo de jogo, buscando sufocar a Raposa, mas esbarrou na forte marcação paraibana.

O Fluminense teve como principal oportunidade na primeira etapa um chute desferido pelo volante Rodolpho de fora da área que o goleiro Jeferson tocou pela linha de fundo. O Campinense por sua vez levava perigo nas jogadas de contra-ataque e o placar de 0 a 0 acabou sendo justo pelo futebol praticado pelos dois times.

BOLA NA REDE

Na volta do segundo tempo, Evandro Guimarães e Rui Scarpino não fizeram alterações nas equipes. O Fluminense foi para cima com tudo, mas vacilou na marcação e, numa cobrança de escanteio, o Campinense saiu no contra-ataque pela direita, a bola foi cruzada, a zaga deu rebote e, na sobra, Jorginho acabou fazendo o gol da Raposa. Evandro Guimarães fez a primeira substituição colocando Maranhão no lugar de Mourelândia.

O Tricolor ficou mais ofensivo, porém, esbarrava na marcação do Campinense, que se reforçou ainda mais com a entrada de Fábio Leite. O jogo seguiu enroscado, mesmo com o Fluminense com uma formação mais ofensiva. O time da casa conseguiu o empate já no “apagar das luzes” com Eduardo, que aproveitou o bate-rebate da zaga e tocou para o fundo das redes já aos 50 minutos do segundo tempo.

Ficha Técnica

Fluminense-BA 1×1 Campinense
Campeonato Brasileiro – Série D 2017 – 6ª rodada
Data: 27/05 – domingo
Horário: 18h
Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana-BA
Público: 1.472 pagantes
Renda: R$ 28.370,00

Arbitragem:
Árbitro:  Marcelo Alves dos Santos – MT
Assistentes: Jackson Timóteo Lopes e Eduardo Teodoro Rodrigues, ambos de MT

Gols:

Fluminense: Eduardo (51’\2º T)
Campinense: Jorginho  (08’\2º T)

Cartão Amarelo:
Fluminense: Mourelândia e Rodolfo;
Campinense:  Kesley e Thiago Potiguar;

Cartão Vermelho:
Fluminense: Rodolfo
Campinense: Fábio Leite

Fluminense-BA

Andrey; João Carlos (Deysinho), Ranieri, Eduardo e Marcelo; Rodolpho, Mourelândia (Maranhão), Diego Aragão e Jailson; Ermínio (Bambam) e Levi. Técnico: Evandro Guimarães.

Campinense

Jeferson;  Beto (Fábio Leite) Willian Goiano e Rafael Jansen;  Douglas, Neto, Gustavo Henrique, Marcinho (Kesley)  e Thiago Potiguar e Zeca; Marcelinho e Rodrigo Silva (Saulo). Técnico: Ruy Scarpino.

Foto: Joaquim Neto

PB Esportes com Futebol Interior

PUBLICIDADE