jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
publicidade-horizontal

As obras do Estádio Ernani Sátyro, O Amigão, continuam e pelo menos o gramado tem previsão para acabar em novembro deste ano. Mas o uso do campo só será possível em janeiro de 2019, quando a grama estiver no ponto. Neste domingo (18), inciou o preenchimento das valas de drenagem na obra do Estádio.

“A gente tem uma previsão de 90 dias para que o gramado esteja pronto, com tudo plantado, fazendo a manutenção para fixar as raízes. A grama vai estar pronta, mas o gramado não não vai estar liberado, só em 45 dias. Para fazer todo o trato cultural da grama, como adubação e irrigação, para que em janeiro, no início da competição do campeonato estadual e das Copas do Brasil, Nordeste, as séries C e D, ele possa ter os jogos”, falou o gestor da obra e gerente da 3ª regional da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan), Israel Iarley.

O serviço começou, no domingo (5), com a retirada do gramado antigo. Depois foi feito um trabalho de nivelamento com uso de extração total e com um trator, rebaixando o que estava alto e compensando o que estava baixo e deixar o campo perfeitamente nivelado, segundo Israel.

Detectou-se uma infestação de ervas daninhas e insetos que comem a raiz da grama, foi preciso fazer um tratamento de controle dessa população. “Depois, abrimos as valas para inserir as tubulações de irrigação do gramado. Agora estamos escavando as valas para colocar os coletores dos drenos e colchões de brita para a água da chuva ter um escoamento perfeito”, explicou.

Estação – Outro serviço que está sendo feito no Amigão é uma nova estação de bombas para utilizar na irrigação. Junto a esse trabalho, tem outro de drenagem e reaproveitamento de água que se acumula dentro dos túneis, um problema antigo do Estádio. A água poderá ser reutilizada, depois de tratada, na irrigação do gramado.

Valdívia Costa/PB Debate

Foto: Secom-PB