PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
jhony-bezerra-publicidade2

O Ministério Público da Paraíba, através da Comissão de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios reuniu nesta terça-feira, na sede do Corpo de Bombeiros, representantes dos times do Campinense e Treze e dos órgãos de segurança para tratar do esquema de segurança será implementado no Clássico dos Maiorais do próximo dia 19. A partida marcará a estreia do novo gramado “padrão Fifa” do estádio Amigão.

O encontro comandado pelo Procurador de Justiça Valberto Lira, Coordenador do Núcleo de Desporto e defesa do Torcedor (Nudetor) contou com as participações do Presidente do Treze, Walter Júnior, Supervisor do Campinense, Dorgival Pereira, do Coronel Cunha Rolim, SubComandante do CPR1, Jousilene de Sales, Comandante do Segundo Comando Regional de Bombeiro Militar, Daniel Araújo, representante da STTP, Ascanio Pacelli, gerente do Amigão, Dr. Corjesu Paiva, representante do CREA\PB, entre outros.

Na ocasião ficou decidido que a divisão dos torcedores excepcionalmente, neste jogo serão permitidas as divisões físicas das arquibancadas geral e principal para as duas torcidas, as bilheterias serão abertas as 19h e a guarda civil municipal ocupará o terminal de integração. O Treze utilizará seis postos  de venda de ingressos, enquanto, o Campinense utilizará apenas três pontos de vendas. O confronto entre Galo e Raposa será o derby “O Clássico da Paz” neste dia 19.