PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
jhony-bezerra-publicidade2

Os organizadores do GP do Brasil estão em compasso de espera depois que a Fórmula 1 anunciou que as datas previstas para as provas deste ano “devem ser significativamente” diferentes daquelas anunciadas antes da crise causada pela pandemia do covid-19. A Interpub, empresa que promove a corrida no circuito de Interlagos, tinha previsão inicial de começar a venda de ingressos neste mês de abril, mas o UOL Esporte apurou que os planos foram adiados e não existe previsão de início para a comercialização de entradas para o GP.

Segundo a Interpub, a Liberty Media, empresa que administra os direitos comerciais da Fórmula 1, ainda não entrou em contato sobre qualquer mudança de datas para o GP, que seguemarcado para o feriado da Proclamação da República, entre 13 e 15 de novembro. A ideia dos promotores é primeiro receber da F-1 a confirmação do calendário para depois começar a vender os ingressos.

PB Esportes com informações da UOL

Imagem: Ricardo Moraes/Reuters