PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
jhony-bezerra-publicidade2

Por conta do coronavírus, os jogos no Brasil irão retornar com portões fechados. Porém, dentro de campo, será necessário seguir medidas para evitar o contágio. Dessa forma, os atletas não devem se cumprimentar e evitar comemorações mais empolgadas, por exemplo. Dessa forma, Jorge Pagura, coordenador do protocolo nacional da CBF, falou sobre possíveis normas que vão precisar ser acatadas.

“O barulho do silêncio é a nova tônica que a gente vai ver no futebol. O abraço, a comemoração, “hoje tem gol do Gabigol, dancinha… isso não vai existir (…). No plano tem isso (não cuspir), mas não tem multa. Vão ter opções, vai ter totens para se ele precisar assoar o nariz. No toten, tem álcool gel para esterilizar a mão. Apesar de que essa gotícula permanece pouco no ar em ar livre“, declarou em live no Instagram.

Além disso, o presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol da CBF ressaltou que os treinos, e posteriormente os jogos, vão ocorrer de forma segura. Sendo assim, a intenção é que os envolvidos na realização das partidas, não corram riscos graves.

“Quando liberarem as atividades não vai haver lugar mais seguro do que treino de futebol, jogo de futebol. As medidas que preparamos são altamente restritivas do ponto benéfico para a saúde de todos… Estamos totalmente prontos para voltar com a maior segurança dentro da sua atividade aqui no país. Quando o futebol fala todo mundo escuta. Nossa responsabilidade na execução do plano é muito grande”, completou.

Até o momento, não há uma previsão de retorno das competições no Brasil. Vale lembrar que o calendário precisará ser readequado, tendo em vista que os estaduais ainda não foram finalizados.

PB Esportes com informações de Bruno Romão\torcedores.com