jhony-bezerra-publicidade2
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
publicidade-horizontal

O Botafogo-PB não fez um jogo de muito ímpeto, mas foi o suficiente para bater o lanterna Santa Cruz na noite deste sábado, pela nona rodada da Série C. O gol do Belo foi marcado aos 10 minutos do primeiro, com Sávio, e garantiu ao time a liderança do grupo A do Brasileiro. O oposto da Cobra Coral, que se mantém na última colocação da chave, e sem ter conquistado uma vitória sequer em todo o primeiro turno e a oito pontos para sair do Z2.

Na tabela, o Botafogo-PB soma 15 pontos, enquanto o Santa Cruz apenas três. Na próxima rodada, o Alvinegro volta a campo diante do Ferroviário, no Vovozão, no sábado, enquanto o Tricolor retorna ao Arruda para encarar o Manaus, no domingo.

PUBLICIDADE

Primeiro tempo é burocrático, mas Botafogo cria mais e Santa Cruz quase nada – além de ficar em desvantagem

Um primeiro tempo extremamente burocrático – e de ambos os lados – no Almeidão. Melhor, ainda que levemente, para o Botafogo-PB, que chegou mais ao gol do Santa Cruz, mas sem muito perigo, uma vez que a defesa tricolor estava bem postada. As melhores oportunidades do Belo foram criadas a partir de lances de fora da área, com Esquerdinha e Sávio – sendo esta última a que levou mais perigo, com a bola batendo pela rede, do lado de fora.

O time pernambucano, por sua vez, pouco ou quase nada produziu, sem assustar sequer o goleiro Lucas Ferreira durante todo o primeiro tempo – a não ser em uma chegada de Levi pela esquerda, finalizando cruzado, aos 27. Cenário que ainda pioraria para o Tricolor na sequência, uma vez que o atacante foi expulso por falta dura Daniel.

E se o time já estava em desvantagem numérica ao final da primeira etapa, a situação ficou ainda mais complicada no segundo tempo. Isso porque, na primeira chegada do Botafogo-PB ao ataque, os paraibanos abriram o placar no Almeidão. Em belo cruzamento de Gabriel Araújo, aos 10, Sávio aproveitou e mandou de primeira, no ângulo de Jordan, sem chances de defesa.

Tarcísio arrisca de fora da área, mas muito fraco, aos 32

Melhor chance do jogo ,aos 38, perdida. A única grande chance. Recebeu belo lançamento enfiado, ficou cara a cara com Lucas, mas perdeu.

Foto: @airtonmaxi

PB Esportes com informações de Camila Sousa\ NE45

PUBLICIDADE