PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE MARE DISTRIBUIDORA HORIZONTAL-min (1)
Foto: Divulgação

O Sousa empatou em 1 a 1 e foi eliminado pelo Goiás, na noite da última terça-feira, no estádio Marizão, em duelo válido pela primeira fase da Copa do Brasil. Depois do confronto, o técnico Tardelly Abrantes tratou de dar moral ao time e destacou a imposição na partida, apesar do resultado insuficiente para classificação.

“Foi um jogo difícil contra uma equipe de primeira divisão. Impomos nosso, mas o regulamento favorece o visitante. Poderíamos ter pressionado mais até por estarmos em casa. Estou triste pela eliminação, mas feliz pela postura”, disse o treinador.

PUBLICIDADE

Sem muito tempo para lamentar, Tardelly aproveitou para virar a chave para o Nordestão, onde o Sousa entra em campo neste domingo, novamente em casa, diante do Globo, pela penúltima rodada da primeira fase. A equipe paraibana é lanterna do grupo B com sete pontos, mas está apenas um do Náutico, que abre o G4.

“Agora é levantar a cabeça, não tem essa de muito descanso. Temos que relaxar, mas vamos voltar aos trabalhos o mais rápido para encararmos o nosso adversário, que vem de uma vitória, embalado, de igual para igual”, projetou.

Por fim, o técnico aproveitou, em meio aos elogios ao elenco, para destacar uma necessidade: um centroavante.

“Sou justo. Meu time é bom, mas precisamos de mais algumas peças, principalmente de um camisa 9 que possa nos ajudar a alcançar os nossos objetivos nesta temporada”, concluiu.

PB Esportes com Portal NE 45

PUBLICIDADE