PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
Foto: João da Paz

Campinense já havia vencido o jogo de ida e, agora no estádio Amigão, em Campina Grande, bateu novamente o Botafogo-PB. 1 a 0, com gol do artilheiro Olávio. Resultado que dá o bicampeonato paraibano à Raposa. A 22ª taça do estadual da história do Rubro-negro.

Após jogo bastante disputado, com o domínio intercalado entre as duas equipes, o Campinense conseguiu marcar na etapa final. Com a vantagem ainda maior, administrou bem o resultado e saiu campeão.

PUBLICIDADE

Campanha invicta, com 12 jogos, 10 vitórias e dois empates. Além disso, Olávio terminou o Campeonato Paraibano 2022 como artilheiro, com 11 gols marcados.

Classificação para a Copa do Nordeste 2023

Com o título, o Campinense garante a vaga direta na fase de grupos do Nordestão do próximo ano. Enquanto que o Botafogo-PB disputará a segunda fase da preliminar do Regional. Assim, precisará avançar nela e mais um jogo de mata-mata para se garantir na fase de grupos.

Alternância de domínio, mas Raposa tem melhor chance

A primeira etapa começou bastante disputada. As duas equipes se lançaram ao ataque para abrir uma vantagem na primeira etapa. Havia um bom ímpeto do Campinense e do Botafogo-PB, mas sem capricho no último passe. Assim, apesar do volume de jogo, não conseguiam converter em chances perigosas.

A Raposa foi quem teve a primeira oportunidade, aos 25 minutos. Dione cobrou falta e Luiz Carlos fez grande defesa para salvar o Belo. Aos 35, Olávio tentou de cabeça e mandou perto da meta.

O Alvinegro teve duas tentativas no fim do primeiro tempo, com Alan Grafite. Aos 39, ele recebeu de Leilson e mandou com efeito, mas por cima da meta. Aos 42 o ponta tentou novo arremate, mas parou nas mãos de Mauro Iguatu.

Belo pressiona, mas Campinense é quem marca

A segunda etapa iniciou com muita pressão do Botafogo-PB. O Alvinegro precisava do resultado e não poderia se dar ao luxo de esperar. Foi para cima e tentou. Aos cinco, após cruzamento, a bola sobrou limpa para Gustavo Coutinho fuzilar. Mas Mauro Iguatu fez defesa importantíssima.

Apesar da insistência, quem balançou as redes foi a Raposa. Aos 23 minutos, o artilheiro Olávio recebeu de Dione e bateu bem para marcar. O Botafogo-PB tentou chegar na base do abafa, mas sentiu o tento sofrido. Enquanto que o Campinense esperava as brechas do contra-ataque para tentar matar a partida.

Aos 45, Douglas Lima fez o drible e bateu forte, da quina da grande área. Mas Luiz Carlos fez mais uma bela defesa e evitou o segundo do Rubro-negro. O Belo tentou, mas não conseguiu o empate. Assim, o Campinense garantiu a vitória e se sagrou bicampeão paraibano em 2022.

PB Esportes com informações Klisman Gama\ NE45

PUBLICIDADE