PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE MARE DISTRIBUIDORA HORIZONTAL-min (1)
Foto: Lucas Figueiredo\CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu, na tarde desta terça-feira (5), uma premiação para as equipes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro. A decisão veio após uma reunião inédita, solicitada pelos 64 clubes, ao presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues.

Os times da Quarta Divisão solicitaram um apoio financeiro à CBF e foram atendidos. Nos bastidores, esse aporte era discutido há mais tempo por clubes e a entidade máxima do futebol brasileiro. Mas só agora houve a definição.

PUBLICIDADE

Assim, quatro faixas de premiações foram definidas. Confira abaixo.

Qual o valor das cotas da Série D?

Para os clubes que forem eliminados na 1ª fase da competição, a CBF definiu uma cota de R$ 120 mil.

As equipes que avançarem ao mata-mata receberão, cada uma, R$ 150 mil. Mas esse valor aumentará para o campeão e o vice da Série D. Quem levantar a taça embolsará mais R$ 500 mil. O 2º colocado leva mais R$ 300 mil.

Desta forma, o time campeão receberá, ao todo, R$ 650 mil (R$ 150 mil do avanço ao mata-mata + R$ 500 mil pelo título).

A CBF realizou uma mudança nas premiações da Série D, anunciadas em fevereiro, anteriormente.

Antes, os 64 clubes receberiam R$ 120 mil e o valor extra iria apenas para os 4 times que subiriam de divisão.

O vencedor levaria R$ 320 mil e um automóvel, o vice R$ 250 mil e também ganharia um carro, o 3º colocado ganharia R$ 150 mil e o 4º embolsaria R$ 100 mil. Todos valores seriam um bônus junto à cota de participação.

PUBLICIDADE