PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
Foto: João da Paz

A Comissão de Prevenção e Combate a Violência nos Estádios da Paraíba esteve reunida nesta quarta-feira (28), com o objetivo de discutir a liberação das praças esportivas que estão previstas para receber jogos do Campeonato Paraibano 2023. A expectativa era que os estádios seriam liberados, mas após muita discussão, esta decisão ficará para uma nova reunião na próxima terça-feira, dia 3 de janeiro.

A primeira parte da reunião contou com a apresentação da situação atual dos estádios Almeidão e Amigão, feita por representantes do Governo da Paraíba, além do José Cavalcanti, em que o secretário da Prefeitura de Patos apresentou as melhorias que foram feitas, a pedido dos órgãos de segurança em vistorias realizadas anteriormente.

PUBLICIDADE
Foto: João da Paz

O procurador do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira, justificou que documentos de caráter obrigatório, até então, não foram apresentados pela Federação Paraibana de Futebol (FPF), que é a entidade organizadora do Campeonato Estadual. Entre eles estão os laudos do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, por exemplo, além dos Planos de Segurança exigidos para os jogos, item este de caráter obrigatório para qualquer partida de futebol profissional no país.

Em um segundo momento, a Comissão passou a ouvir dirigentes e representantes da FPF, que tentaram mediar com as forças de segurança uma liberação para partidas amistosas. Porém, os amistosos seguem vetados, até que as principais praças esportivas passem por vistorias.

A primeira rodada do Campeonato Paraibano 2023 está prevista para ser realizada no dia 7 de janeiro.

PUBLICIDADE