PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min

A Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, coordenada pelo Ministério Público da Paraíba, realizou, na manhã desta quinta-feira (19/01), na sede do 10º Batalhão de Polícia Militar para avaliar se já foram cumpridas as recomendações apontadas pelo Corpo de Bombeiros nos relatórios, o qual falta cumprir e como será efetivada cada tarefa nos estádios Amigão e Almeidão. 

O encontro foi conduzido pelo coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor do MPPB, procurador Valberto Lira, e teve a participação de representantes Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PB), Suplan e da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

PUBLICIDADE

No final da reunião a Comissão decidiu que a FPF e CLUBES tem 48 horas para dizer sobre se responsabilizarem pelas Medidas Mitigatórias. Caso não se responsabilizem, os jogos serão realizados sem público.

PUBLICIDADE