PUBLICIDADE-HORIZONTAL-SEBASTIAO
FABIO-PUBLICDADE-HORIZONTAL-min
PUBLICIDADE MARE DISTRIBUIDORA HORIZONTAL-min (1)
Foto: Amanda Rocha/Unifacisa

O presente do basquete Unifacisa vai bem, a equipe de Campina Grande mira o G5 do NBB e está na zona de classificação da Copa Super 8. Mas e o futuro? Esse já começou a ser escrito.

Todo grande projeto esportivo tem como parte do seu legado o desenvolvimento de jovens atletas e de novos talentos para o esporte. Na Unifacisa não é diferente, a equipe já tem um histórico desenvolvendo talentos, a exemplo de Fábio Alexandrino, aluno de Nutrição na instituição e hoje integrante do time no NBB, e Valquécio Silva, também graduado pela Unifacisa e atual integrante da comissão técnica, ambos já fizeram parte da base da equipe do Jack.

PUBLICIDADE

Hoje a Unifacisa conta com 4 jovens talentos, que estão treinando duro junto com o time principal, para construir a sua história rumo a profissionalização. Vitor Ian, Andrew Luigi, Kaique Decesare e Igor Raviery, são os novos nomes que compõem o time de base da Unifacisa.

Apesar de jovens, todos já tem uma longa história de dedicação ao esporte da bola laranja, muito antes de terem conquistado as vagas na base da equipe paraibana. Vitor Ian, o mais velho entre eles com 20 anos, começou sua jornada no basquete aos 14. 

“Meu interesse pelo basquete surgiu ainda na escola, quando cheguei a ter aulas com Dudu Schafer, vi que levava jeito e desde então decidi que iria me dedicar a evoluir no esporte. Comecei a participar de algumas competições, alcancei uma vaga na seleção paraibana, joguei uma temporada no Basquete Paraíba e acabei recebendo o convite para integrar a base da Unifacisa neste ano”, contou Vitor.

Andrew Luigi e Kaique Decesare, 19 e 18 anos respectivamente, são irmãos e iniciaram no basquete após terem os seus talentos reconhecidos por um professor que os viu jogando e acabou oferecendo uma vaga para ambos em um time escolar.

“Nosso interesse em aprender mais sobre o basquete veio por volta dos 15 anos, onde descobrimos o amor pelo basquete e decidimos que é isso que queremos para a nossa vida. Graças ao apoio da família pudemos complementar nossa rotina de treinos, que foram se tornando cada vez mais específicos, para que nós pudéssemos melhorar como atletas até chegar à base de um time do NBB”, pontuou Kaique.

Igor Raviery, de apenas 16 anos, já se dedica a pelo menos 4 ao esporte, teve sua iniciação na escola e pode se aprofundar e aprender ainda mais com a passagem pela NBA Basketball School da Unifacisa.

“Conquistar uma vaga na base da Unifacisa vem após muita dedicação de todos nós, foram dias e mais dias de treinos, nos preparando para uma oportunidade como essa e hoje poder estar aqui dividindo a quadra, não só com meus colegas de base, mas também com os jogadores profissionais é um privilégio”, comentou Igor.

Poder dividir a quadra com jogadores do NBB, usufruindo de toda a estrutura do time, participando dos treinos e absorvendo todo o conhecimento dos treinadores e comissão técnica é realmente um diferencial na formação de jovens talentos.

“É realmente uma experiência única para nós, um verdadeiro sonho podemos dizer, fazer parte de uma grande equipe como a Unifacisa, aprendendo com todos os jogadores e principalmente com a comissão técnica. Cada momento é uma oportunidade de melhorar no basquete, seja participando diretamente dos treinos ou atentos a cada detalhe que os técnicos podem passar para a gente. É realmente indescritível ter essa oportunidade e tenho certeza que todos nós vamos trabalhar muito duro para alcançar o sonho de ser um jogador profissional”, finalizou Andrew.

PB Esportes com informações da Ascom\Unifacisa

PUBLICIDADE